O QUE PENSO SOBRE EDUCAÇÃO

Olá!!!
Aguardei alguns dias para colocar este artigo no blog, pois queria que você olhasse o vídeo de  Bono Vox que é o vocalista principal da banda de rock irlandesa U2, e parasse para pensar e analisar o que ele diz, ou melhor o que ele esta cantando na música UM.
Assino embaixo de tudo o que ele fala, tanto no discurso antes da música, quanto na própria música. Mas trago para a nossa realidade, a realidade brasileira e atual, pois seu vídeo fala de fatos já um tanto antigos dos Estados Unidos.
Veja bem, esta pagina do (NOSSO) blog fala sobre educação.
 O  tema Educação é muito amplo, e vou falando dele aos poucos, quando surgirem vídeos interessantes para que eu os complemente com meus pensamentos.
Mas muitos devem estar se perguntando...
Porque uma Professora de Artes se dedica a colocar num blog um assunto tão chato como educação? Será que ela não tem mais o que fazer???
Bom aos meus alunos, digo que o tempo em que temos juntos em sala de aula é muito pouco, são somente 50 minutos, nesse tempo só é possível dar aulas sobre a minha matéria, não para falarmos sobre educação.Percebo muitas vezes que vocês gostariam de conversar mais, trocar idéias e isso vai ser possível aqui.
Tenho como meta com esse blog, facilitar a minha vida e a de vocês em sala de aula, para que possamos estreitar mais nosso relacionamento no dia a dia, e também para que vocês possam conhecer um pouco mais a meu respeito, pois não tenho medo de mostrar quem sou, como sou, o que penso e como vivo. Quem me conhece sabe que sou uma pessoa transparente. E o tema educação é muito vasto, impossível de estar falando com vocês em sala de aula. Adoraria poder fazer isso, mas, infelizmente não dá.
Como sei que vocês adoram vídeos coloquei esse para que nossa conversa se torne mais agradável.
Aos que não são meus alunos e acompanham apenas este blog, o objetivo é informar o que nós professores estamos passando e pensando, pois o que coloco aqui não é são somente meus pensamentos, e sim muitas vezes conversas trocadas com meus companheiros professores.
Então vamos lá, Bono Vox é um gentleman para quem não sabe o que é gentleman aí vai o significado Homem com modos, não especificamente rico, e sim com classe de berço, um homem não se torna um gentleman, ele nasce um. De forma que saiba de variados assuntos e desperte comentários, tanto a mulheres, gays e o publico masculino por sua elegância e classe. Resumindo é um Cavalheiro. Elegantemente, ele fala de assuntos sociais e políticos de uma maneira singela e principalmente sem ofender ninguém.
De modo muito elegante e sutil fala no vídeo acima que apenas Uma pessoa se quiser poderia mudar o mundo, é por isso que a música chama-se “UM”.
Às vezes fico pensando, se o presidente do Estados Unidos na época, em 1963, tivesse optado em acabar com a fome no mundo investindo na Educação, acredito que hoje não teríamos ido somente a Lua, como os Norte americanos já foram, mas acredito sim, que já teríamos visitado muitos outros planetas, pois nosso avanço em educação e tecnologia já teria nos possibilitado a fazer-lo. Me pergunto então...
O que é mais importante?
Ir até a Lua? Ou investir em acabar com a fome investindo em Educação?
Pense um pouquinho você aí que esta lendo este texto....
Te dou um três minutos para isso.
Bom, é claro que é mais importante, acabar com a fome no mundo e para acabar com a fome é preciso acabar com a ignorância dos povos investindo em educação.
Mas a pergunta que não quer calar é...
Será que se em 1963 o Presidente dos Estados Unidos tivesse feito isso ele seria lembrado?
Será que existe algum político que quer ser lembrado por acabar com a fome?
Será que isso da votos?
Pensem por vocês mesmos, meus alunos são inteligentes, sempre foram...
Ser um líder mundial é muito belo e bonito, pois eles, através de nós, podem colocar a HUMANIDADE DE VOLTA A TERRA.
Vejam o quanto é importante levantarmos nossas vozes através de nossos votos nas urnas, e escolhermos nossos políticos de forma adequada, pois apenas UM deles se quiser e realmente desejar, pode mudar o mundo, para melhor ou para pior.
E aí eu repito a frase do BONO, você já pensou no que podem fazer as pessoas quando estão determinadas a alcançar um objetivo?
Recentemente vimos um fato lamentável por todo o País que os próprios políticos brasileiros se deram aumentos absurdos de salários, até agora estou esperando saber se houve algum deles que recusou o aumento.
Será que algum deles, anunciará publicamente que recusará o seu próprio aumento de salário? 
Que renunciará o seu aumento em favor de alguma instituição educacional?
Se não aparecer nenhum...Acho que escolhemos muito mau nossos políticos.
É uma pena...
Quem sabe na próxima a gente acerta?
A final, a vida é feita de erros e acertos, e ninguém nasce sabendo. 
É por isso que vamos para escola, para aprender a acertar.
Beijos meus queridos
Até o próximo pensamento.










MAIS UM POUQUINHO DO QUE PENSO SOBRE EDUCAÇÃO...
Coloco aqui o vídeo, vejam, daqui uns dias coloco meus comentários a respeito deles

Direitos Iguais para todos X Ciência Médica
Professores Obesos sentem-se discriminados


Adoro conflitos desta magnitude, assunto muito complexo e briga boa.

Também elogio a emissora de televisão pela iniciativa de uma reportagem sobre professores, pois é muito difícil a imprensa divulgar algo sobre nós.

A minha visão, é uma visão de professora, e para mim, é mais fácil desenrolar essa questão como se todos os envolvidos fossem crianças. Aliás, todos nós (inclusive eu) somos eternas crianças em fase de crescimento, e estamos aqui para aprender e evoluir.

Vamos partir do principio de que se uma criança rouba o pirulito de outra, ninguém na escola, chama diretamente a mãe das crianças para saber quem roubou o pirulito, pois é lógico que as mães não vão saber. E outra corre-se o risco de as crianças levarem uma surra.

Partindo deste principio, o governador (Mãe do Estado) jamais poderia ter sido entrevistado pela reportagem, pois ele tem o Secretário de Saúde para responder questões como estas. Mas o Secretário de Saúde não foi entrevistado, e não sabemos sua posição com relação ao Departamento de Perícias Médicas do Estado de São Paulo (DPME) está sim, que é a criança que roubou o pirulito, e que também deveria ter sido entrevistada e não foi. Ou seja, não sabemos a posição do DPME com relação a denuncia dos professores que estão acima do peso.

Gostaria muito de que a impressa tratasse os telespectadores como detetives. Os detetives investigam todos os dados, todos os lados de uma questão, e não parte deles para resolver um caso ou um problema.Mas entendo que na pressa e ânsia por dar a notícia ao telespectador a noticia acabe ficando pela metade. A final de contas, para ser repórter, é preciso ter asas nos pés, pois são anjos mensageiros.

 É preciso que a impressa se conscientize que em tudo na vida existem hierarquias, ou seja, ouvem-se os professores, depois o DPME, depois o Secretário de Saúde e por ultimo o Governador. Gente, já pensou se todos os problemas do Brasil fossem questionados a presidente Dilma?  Do jeito que a mulher é séria mandaria o repórter facilmente para $#@*%#, pois ela tem que trabalhar e tem mais o que fazer.

AGORA VAMOS AO QUE REALMENTE INTERESSA

Todos sabem que obesidade morbida é sim uma doença, que ao longo do tempo desencadeia varias outras doenças, e que na visão dos médicos não se pode contratar pessoas doentes. Isso é ponto pacífico e eles estão certos. Mas por outro lado, temos o lado dos direitos humanos onde todos são iguais e tem os mesmos direitos, ou seja, se pessoas com defeitos físicos e problemas até mentais possuem o direito a um trabalho, porque os Obesos não podem trabalhar? Isso é discriminação... É uma situação complicada, pois na hora da inscrição ao cargo, os professores obesos não se encaixam na descrição de deficientes físicos.
E outra com uma reeducação alimentar eles voltam a ser pessoas saudáveis, por tanto, não são deficientes só estão momentaneamente com um distúrbio alimentar, que pode ser passageiro.
Agora veja por uma questão de lógica, se existem:
1-    Vários professores de várias partes do estado...
2-    Que nunca se viram na vida...
3-    Falando a mesma coisa...
4-    Conclusão final: Eles não podem estar mentindo, estão sim sendo discriminados.
No estado temos uma coisa que se chama período probatório, onde o funcionário que passa no concurso é avaliado por seu superior pelo período de três anos, e ao final desses três anos é dado o veredito se ele ficará ou não no cargo.
Muito bem, se existe o período probatório, porque não deixar essas professoras trabalharem (já que há falta de professores no estado devido aos baixos salários), com uma ressalva de que ao final dos três anos elas seriam novamente também avaliadas pelo DPME para ver se conseguiram entrar em forma, ou seja, se chagaram ao peso ideal. Pois convenhamos, é muito mais fácil emagrecer empregado com dinheiro no bolso do que sem dinheiro.
Mesmo porque, poderão contar com os endocrinologistas do Hospital do Servidor Público que é muito bom já fui muito bem tratada lá. (que por sinal está muito difícil de conseguir uma consulta, eu mesma, vivo num eterno efeito sanfona).
Sabem o que isso se chama?
Falta de Política Pública, é importante repensá-las e aplicá-las rapidamente.
Beijos, até o próximo pensamento...
Eloá Cossa



Um comentário:

jotacmf disse...

parei aqui nessa postagem, li tudo o que disse ouvi essa linda canção do Bono e conclui, seria tão fácil mudar o mundo fazer as coisas acontecerem, ah.....se os idiotas pensassem.
grande beijo
Jota

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Get Hi5 Glitter Graphics